fbpx

Maturidade Consciencial

O ator tem que ter o que dizer, precisa identificar onde está sua relevância no mundo

O ator tem que ter
o que dizer

Para isso, ele tem que estar disposto a desenvolver sua consciência sobre si mesmo. Esse trabalho resulta em maturidade consciencial. Aprofundar-se na compreensão disso é o que diferencia um técnico de um artista.

A partir da compreensão sobre de onde partiam as ações de Shakespeare, Tchecov, e outros grandes artistas, incentivamos os alunos a responderem perguntas como: o que eles queriam, por que queriam? E onde isso se assemelha ao que eu mesmo busco, ao que eu quero, e ao que e estou fazendo, de fato

Ao invés de tentar sobreviver no mundo, o ator precisa encontrar seu lugar potente, verdadeiro, profundo, contextualizado e, portanto, sustentável. Essa habilitação é o que nos propomos a entregar.

No Curso Bases Imprescindíveis para o Ator Profissional, tudo o que parece ser um treinamento físico, ou uma técnica ou um método teatral, na verdade, será usado na estruturação da ajuda para essa elevação de consciência sobre si mesmo.

Nesse arsenal de suporte ao verdadeiro autoconhecimento, incluem-se:

— Preparação Vocal
— Preparação Física
— Expressão Corporal
— Yoga
— Meditação Ativa
— Fundamentos de BMT
— Fundamentos de:
• Viewpoints
• Rasabox
• Meisner

— Contemplação como ferramenta criativa
— Interpretação avançada
— Arquétipos e contra-tipos
— Estudo avançado de texto
— Procedimento de acesso à sensação do personagem
— Desenvolvimento da escuta
— Abertura da visão de contexto e identificação de demandas
— Vivência prática de situação de teste
Master classes com especialistas em diferentes áreas

Necessidades do ator atendidas por este curso:​

  • Dificuldade de localização de demandas a serem atendidas pelo ator. Percepção da sua importância no contexto social e no mercado.
  • Espontaneidade e criatividade – elemento técnico e treinável, não sujeito a talento, mas a disponibilidade
  • Dificuldade de empreender: o que é empreender para o ator?
  • Presença, condução da plateia – elementos sutis do trabalho deixados palpáveis e objetivos, porque são parte do trabalho
  • Organicidade, sinceridade, contato com mentalidade da personagem – construção de personagem – do texto no papel até a cena, como esse caminho pode ser simples, e prazeroso
  • Identificar relevância de um texto ou roteiro para o contexto atual: qual a solução que pode ser ofertada para o mundo a partir da obra artística? E como esta entrega acontece no trabalho do ator?

informações

INÍCIO:

Fev/20
matrículas abertas

Horário das aulas:

terças e sextas
9h - 12h30

DURAÇÃO:

3 Semestres

Mensalidade

Aluno Coexiste R$ 424,00
Não-Aluno Coexiste R$ 530,00

Forma de Pagamento:

Boleto por email
Assinatura por cartão de crédito

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Desbloqueio da primeira camada intelectual e crítica, permitindo o acesso ao pensamento intuitivo.
  • Contato e reconhecimento das potencialidades do ator.
  • Desenvolvimento do interesse pela escuta.
  • Viewpoints
  • Aprofundamento da visão sobre a vida, sobre o mundo e sobre as relações.
  • Relacionamento com grupo: como o grupo potencializa e catalisa a criatividade e expressividade do ator – confiança e troca/diálogo.
  • Encontro de um posicionamento isento, a partir de onde o trabalho pode ter início.
  • Sensação âncora: encontro de um lugar seguro e estável para onde o ator volta depois do mergulho na mentalidade da personagem. A segurança de um lastro pra onde voltar possibilita o mergulho mais profundo e desprendido em qualquer sensação e garante estabilidade emocional ao ator durante o processo de trabalho, bem como na vida.
  • Processo de olhar de fora: desidentificação com o corpo e com a personalidade rumo a um lugar neutro onde é possível adentrar todas as mentalidades.
  • Contemplação como ferramenta criativa.
  • O ator como atleta das emoções: desenvolver abertura para fazer contato direto com emoções sem a mediação e formatação do intelecto.
  • Fundamentos de Rasabox.
  • Reconhecimento e contato com a universalidade das sensações humanas, permitindo ao ator identificar com profundidade as sensações apresentadas em um texto e onde elas se apresentam no mundo no tempo presente.
  • Domínio do sutil: dilatação e conexão com a plateia para condução à uma experiência significativa, além do intelecto, que a mova do ponto A ao ponto B.
  • Fundamentos de trabalho de texto: a primeira leitura, a estrutura e a dramaturgia, o arco da ação, objetivos gerais e específicos da obra e de cada personagem, tensão e ritmo, conflito e resolução, por fim, a própria personagem.
  • Como entrar em contato de fato com o universo da peça e com a personagem?
  • O que é laboratório? Pra que serve, na prática? E como te ajuda conferindo profundidade, organicidade e abrangência ao trabalho?
  • Clareza sobre a obra: relevância e função.
  • Exercício prático de montagem de um texto teatral focado no trabalho dos atores e com apresentação para público dentro da sala de ensaio.
  • Workshop de Teleprompter.
  • Desenvolvimento de repertório: cultura fílmica e teatral.
  • Atendimento individual.
  • Desenvolvimento de visão abrangente sobre o contexto sócio cultural contemporâneo através de pesquisa de campo nas áreas de: inovação e tecnologia, saúde e saúde mental, educação, entretenimento.
  • A relevância do ator no contexto social: uma visão sistêmica.
  • Desenvolvimento da capacidade e do interesse pela contextualização, no macro e no micro.
  • Desenvolvimento da disponibilidade para identificar as demandas sociais e necessidades do mercado e gerar soluções artísticas.
  • Desenvolvimento de prontidão e segurança.
  • Empreendedorismo: o ator empreendedor.
  • Segurança em situações de teste.
  •  Yoga.
  • Elementos de Meisner.
  • Arquétipos: o que são, sua relevância para o trabalho do ator na construção das personagens e na potência da entrega para a plateia.
  • Do contato orgânico e direto com mentalidades e sensações, até o levantar de uma cena.
  • Por que montar um texto, ou filmar um roteiro. Identificação da relevância de um texto, de qualquer época, no contexto atual, e identificação de qual problemática humana ele se propõe a expor, discutir e elucidar.
  • Texto: um mapa completo para o trabalho do ator. Como usá-lo em sua totalidade?
  • Geração e produção de espetáculo que entrará em cartaz.
  • Workshop com produtor de elenco.
  • Voz: a intenção da comunicação que antecede e conduz à técnica.
  • Expressão corporal: da meditação ativa ao corpo sem limites que se transforma.
  • Construção de personagem II: ampliação e aprofundamento da paleta dos lugares emocionais onde o ator consegue ir.
  • Uso do texto II.
  • A criação de um personagem a partir do não fazer: deixar chegar; a composição sem usar o passado para conquista de um lugar novo; retirada de filtros para aprofundar o contato e chegar ao espontâneo.
  • Servir à obra: a liberdade dessa postura.
  • Trabalho contra tipo.
  • Trabalho de cenas de séries e filmes.
  • Interpretação para câmera.

MATRÍCULA

Use o formulário abaixo para fazer sua matrícula

PROFESSORES

CAROLINA TRIGUIS

Professora da Coexiste Teatro

PRISCILLA CARVALHO

Professora da Coexiste Teatro

RENATA GASPAR

Prof de Expressão Corporal do Coexiste Teatro

CHEL

Prof de Educação Física da Coexiste Sports, faz preparação Física do Coexiste Teatro

MILENE

Prof de Educação Física da Coexiste Sports, faz preparação Física do Coexiste Teatro

CAROLINA ROJO

Professora de Yoga da Coexiste Teatro

KAW YIN YAN YIN

Fundadores e CEOs da Coexiste e Professores da Coexiste Teatro
LEIA MAIS

Contato

Quero ir conhecer a Coexiste:

(011) 99606-9549

Para treinamentos existenciais

(011) 99606-9549

Para Treinamentos Artísticos

(011) 98910-2054

Para treinamentos empresariais

(011) 98133-6438

Para Financeiro:

(011) 98827-1338

ENVIAR EMAIL

contato@coexiste.com.br

2019 © Coexiste – Consultoria Existencial  | Termos e condições

Coexiste Good News

Coexiste Good News

Receba as novidades da Coexiste em seu e-mail!